Entrevistas

03/05/2005

Produção Intensiva de Carne a Pasto

A atual situação econômica do país e a dinâmica do mercado da carne bovina estabelecem condições, que devem ser analisadas pelos pecuaristas para que sejam feitos ajustes no processo produtivo, visando a competitividade no mercado agropecuário. Nesse contexto, as fazendas mais estruturadas e organizadas serão também as mais competitivas, com maiores taxas de desfrute e rentabilidade.

 

O processo de intensificação da produção de bovinos de corte a pasto através de uma profissionalização do setor produtivo, possibilita ao pecuarista obter resultados econômicos superiores aos encontrados na agricultura de precisão. Para tanto, o planejamento da atividade juntamente com o manejo das pastagens e a suplementação devem ser a base para estruturar um sistema de produção rentável, que possibilite gerar incremento de produtividade por área e por animal.

Esse último pode ser da ordem de 20 a 30%; porém o aumento de produção por área pode chegar a 400%. Dessa forma, o planejamento da fazenda consiste em segmentar a fazenda em Módulos de Produção, escalonando os passos para atingir as metas do projeto, passando pelo processo de divisão de pastos, locação de áreas de lazer, correção de solo e adubação da pastagem.

 

O panorama atual encontrado nas fazendas brasileiras é incipiente, com uma taxa de lotação das pastagens de 0,55UA/ha, com uma rentabilidade equivalente a R$ 88,00/ha/ano. Com o trabalho de validação de tecnologia junto a esses produtores é possível atingir valores de 1,5 a 2UA/ha apenas com o manejo das pastagens e correção do solo; e números de 4UA/ha com adubação de pastagens, o que equivale a uma rentabilidade em torno de R$ 660,00/ha/ano.

 

Para atingir esses valores e tornar a pecuária de corte competitiva, produzindo carne a pasto, é imprescindível planejar uma intensificação do processo produtivo, para que o aumento da produtividade possa suprir os déficits provocados pelas variações de mercado e economia, e que estas assim, não comprometem o negócio da carne.

 

Fonte: Jornal Sindicato Rural de Campina Verde - junho 2005

Por Flávia Tonin

 

Marco Aurélio Nunes 

Diretor Executivo da Marco Rural Consultoria em Agronegócios 

Especialista em Gerenciamento de Projetos pela FGV 

Especialista em Produção de Ruminantes pela Esalq/USP 

Veterinário pela UFU 

marcoaurelio@marcorural.com.br 

(34) 3210-7646








 

 

 

 

 

 







Assine nosso informativo e receba novidades da Marco Rural diretamente em seu e-mail. Basta preencher os campos abaixo e clicar em assinar.


*  Seu endereço de email:

E-Marketer

Últimos Tweets

Marco Rural

Av: Dr. Jaime Ribeiro da Luz, 971, sala 48 - Santa Mônica CEP: 38408-188
FONE: (34) 3210-7646 | 9 9162-0542  Uberlândia/MG -  marcorural@marcorural.com.br